Arquivo do Autor

Equipes enfrentam madrugada em força-tarefa para encontrar vazamentos de água subterrâneos

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 27/fev/2024 - Sem Comentários

Trabalho também é realizado durante o dia e em 2023 localizou quase três mil vazamentos na Capital.

É quando a cidade dorme, que uma equipe de profissionais da Águas Guariroba entra em ação em busca de um problema invisível, mas que pode gerar um enorme desperdício de água. De forma preventiva, o grupo percorre ruas de toda a cidade a procura dos vazamentos subterrâneos.

Neste mês de fevereiro, o trabalho foi intensificado no quadrilátero Central, entre a Calógeras e a Rio Grande do Sul e as avenidas Mato Grosso e Afonso Pena, onde 15 vazamentos já foram identificados. Em toda cidade, 69 ordens de serviço foram cumpridas pela equipe.

“É um trabalho de formiguinha, feito por equipes caminhando de rua em rua, com um equipamento chamado geofone em mãos, que funciona da seguinte forma: a cada 50 cm é feita uma escuta com equipamento até identificar o local onde o ruído é maior, sinalizando o lugar exato do vazamento”, esclarece a gerente de operações Francis Moreira Faustino Yamamoto.

O equipamento revela vazamentos não aparentes, superficiais e subterrâneos, o que permite que ele seja estancado antes de se tornar um problema maior, sendo uma atividade preventiva para redução de perdas.

Campo Grande tem, atualmente, um dos menores índices de perdas de água do País, de 19%. A média brasileira fica em torno de 40%, conforme o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis).
Em 2023, a equipe noturna percorreu 2.362,71 quilômetros e encontrou mais de 960 vazamentos. Já o trabalho realizado durante o dia identificou 1.666 pontos na cidade, com possíveis vazamentos, uma vez que o geofone também ajuda a encontrar o ponto exato onde a água está vazando, evitando quebras de asfalto ou escavações desnecessárias.

“Funciona como uma espécie de ultrassom, que capta ruídos e vibrações de vazamentos em dutos subterrâneos, de três a nove metros de profundidade, dependendo do tamanho do vazamento. Com a redução de perdas de água, a concessionária contribui para a preservação dos recursos hídricos e ainda reduz o consumo de energia elétrica. Para os consumidores, o resultado é a melhoria da qualidade dos serviços, com redução de vazamentos e faltas de água por manutenção”, explica a gerente.

Águas Guariroba adere a campanha contra superendividamento, lançada pelo TJMS

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 26/fev/2024 - Sem Comentários

Campanha foi lançada na última sexta-feira, 23 de fevereiro, e envolve empresas e órgãos de defesa do consumidor.

A Águas Guariroba é uma das parceiras do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul na Campanha Cejusc Superendividamento. Com o Lema “Está superendividado? NEGOCIE! O Poder Judiciário pode ajudar você”, a campanha realizada por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) foi lançada na sexta-feira, dia 23 de fevereiro.

Dados do Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas da Serasa de dezembro de 2023 apontam que Mato Grosso do Sul ocupa a 7ª posição no ranking dos Estados com população mais inadimplente, com índice de 48,67%, percentual este acima do total Brasil: 43,35% de pessoas inadimplentes. O projeto, elaborado pela equipe do Nupemec do TJMS, segue os dispositivos da Lei nº 14.181/21, Lei do Superendividamento.  A campanha terá duração de 60 dias a contar da cerimônia de lançamento.

O diretor-presidente da Águas Guariroba, Themis de Oliveira, assinou um termo de adesão à campanha, firmando o compromisso de que a concessionária irá oferecer condições especiais de negociação aos clientes que possuam dívidas e queiram negociar. “Nosso objetivo sempre é facilitar a negociação, para todas as pessoas possam pagar suas dívidas, sem comprometer o mínimo para sobrevivência”, frisou.

O presidente do Tribunal De Justiça, Des. Sérgio Fernandes Martins explicou que a campanha sobre superendividamento integra a primeira dentre cinco a serem desenvolvidas ao longo de 2024. “O que almejamos é ampliar vez mais o atendimento ao cidadão por meio de mecanismos que facilitem a vida da população em geral. A campanha do superendividamento vem ao encontro da importância em sanar as dificuldades financeiras que a população passa e também produzirá reflexos na economia do Estado e da cidade, pois se conseguirmos recuperar essas pessoas, elas poderão retornar ao mercado e movimentar a economia, o que é bom para a sociedade como um todo”, disse o presidente do TJMS.

O coordenador geral do Nupemec, Des. Vilson Bertelli, por sua vez, destacou que o lançamento é de “muita alegria para o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, porque se inicia um trabalho que visa devolver a dignidade para milhares de pessoas, que por motivos que não nos cabe julgar, estão passando pela situação de dificuldade financeira, e que na maioria das vezes já não tem mais esperança de resolver o problema e nem onde recorrer”, disse.

Na semana passada, o Nupemec desenvolveu a primeira capacitação de mediadores e conciliadores no tema superendividamento. Ao todo, dezesseis facilitadores que já atuavam em outras áreas agora estão aptos a trabalhar também no programa de superendividamento.

O evento contou também com a presença da gerente comercial da Águas Guariroba, Suellen Alvarenga, dos desembargadores Vladimir Abreu da Silva, Luiz Gonzaga Mendes Marques, José Ale Ahmad Netto e Elizabete Anache, além de Pedro Paulo Gasparini, Defensor Público-Geral de MS; Paulo Roberto Gonçalves Ishikawa, promotor de justiça, representando o procurador-geral de justiça Alexandre Magno Benites Lacerda; Neca Bumlai, sócia-administradora da Faculdade Insted; Patrícia Mara da Silva, superintendente para orientação e defesa do consumidor, representando o secretário-executivo do Procon/MS Antônio José Angelo Motti; José Ferreira da Costa Neto, subsecretário do Procon Campo Grande; Larissa Marques Brandão, conselheira estadual da OAB/MS, representando a diretoria da OAB/MS; e Alessandra Camargado, diretora de normas da Febraban.

Transparência: Águas Guariroba distribui relatórios de qualidade da água para moradores

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 19/fev/2024 - Sem Comentários

Relatório traz um resumo de todas as análises realizadas pela concessionária em 2023.

De casa em casa, os leituristas da Águas Guariroba têm a função de verificar o consumo de cada usuário das redes de abastecimento de água e esgoto em Campo Grande. Nas últimas semanas, eles também cumprem a missão de deixar aos clientes uma cópia do Relatório de Controle e Qualidade da Água distribuída na Capital. Uma forma de garantir transparência ao monitoramento e controle de qualidade da água distribuída na cidade.

O relatório traz um resumo dos resultados de todas as análises realizadas no laboratório da concessionária em 2023. Há índices sobre cor da água, turbidez, concentração de cloro residual livre, fluoreto, pH e coliformes totais. ““Hoje nós temos um padrão de excelência da qualidade da água, graças a um conjunto de ações que nós realizamos, desde a captação até a chegada na casa do cliente, realizando o monitoramento. Temos um tratamento cuidadoso, que passa por muitos processos, e um monitoramento em laboratório completo e eficaz, que é extremamente rigoroso”, pontua a gerente de operações, Marjuli Morishigue.

A divulgação do Relatório Anual da Qualidade da Água oferece transparência ao monitoramento de qualidade da água realizado pela Águas Guariroba e garante o cumprimento do Decreto Federal nº 5.440, de 2005, que tem como principal objetivo garantir ao consumidor o direito à informação sobre a qualidade da água a ele fornecida.

Atualmente, a concessionária tem mais de 300 pontos de monitoramento da qualidade da água espalhados pela cidade. No ano passado, foram coletadas 78.130 amostras de água bruta e tratada para que fossem analisados 114 parâmetros a fim de garantir que a água seja potável, incolor e insípida (sem sabor). Ao todo, foram realizadas mais de 577 mil análises com base nas amostras de água.

Com intuito de ampliar o acesso aos resultados alcançados em laboratório, a concessionária inaugurou 15 Pontos de Controle de Qualidade da Água. São equipamentos distribuídos por diferentes pontos da cidade, onde qualquer cidadão poderá verificar como está a qualidade da água naquela região, apenas apontando a câmera do celular para um QRcode.

“Nosso objetivo é democratizar o acesso às informações sobre qualidade da água em Campo Grande. De forma que todo cidadão que more na cidade ou esteja apenas de passagem, possa monitorar a potabilidade da água que está consumindo de forma simples e compreensível”, pontua o diretor-executivo da Águas Guariroba, Gabriel Buim.

Veja nossos horários de funcionamento no período de Carnaval

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 12/fev/2024 - Sem Comentários

Águas Guariroba reforça compromisso com qualidade do atendimento ao cliente junto a Procons Estadual e Municipal

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 08/fev/2024 - Sem Comentários

O atendimento ao cliente com excelência é uma das premissas da Águas Guariroba em Campo Grande. Nesta semana, a concessionária reuniu-se com representantes dos Procons Municipal e Estadual, principais órgãos de defesa do consumidor, para validar novas ações em benefício dos clientes.

Conforme a gerente comercial da Águas Guariroba, Suellen Alvarenga, as reuniões foram uma oportunidade de ouvir sugestões dos principais órgãos de defesa do consumidor para que a concessionária possa avançar na qualidade do atendimento ao cliente.

“Nos colocar à disposição para oportunidades de melhorias, verificamos quais são as principais reclamações que chegam até eles, como o consumidor tem percebido a Águas Guariroba e foi muito interessante, pois o que que eles destacaram foi nossa capacidade de resolução, agilidade nas soluções, ressaltando que os clientes reconhecem que sempre estamos a disposição para solucionar qualquer questão”, aponta Suellen.

Nas reuniões, a concessionária também anunciou que irá disponibilizar um profissional para atendimento presencial no Procon Municipal. O serviço já existe no Procon Estadual. “Além disso, demonstramos a eles outras iniciativas que já conseguimos implementar em benefício do cliente”, pontua a gerente.

Participaram das reuniões a Superintendente do PROCON Estadual, Patrícia Mara da Silva, o subsecretário de Proteção e Defesa do Consumido de Campo Grande, José Ferreira da Costa Neto; o diretor-geral de relações de consumo do Procon Municipal, Marcos Martins; o coordenador de atendimento, Jhonatan Daczkowski Vidal e o assessor jurídico, Gilberto Kodjaoglanian Di Giorgio.

Águas Guariroba doa 3,5 mil mudas de árvores para projetos de preservação da Bacia do Guariroba

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 06/fev/2024 - Sem Comentários

O córrego Guariroba é a principal fonte de abastecimento de água de Campo Grande, correspondendo a 34% de toda a captação.

Como parte das ações de preservação das nascentes em Campo Grande, a Águas Guariroba doou 3,5 mil mudas de árvores nativas do cerrado para a Associação de Restauração, Conservação e Preservação da Bacia do Guariroba (ARCP). A doação foi na última sexta-feira (2), quando a primeira remessa de mudas foi retirada no viveiro Isaac de Oliveira.

A retirada das mudas foi acompanhada pela engenheira ambiental, Amanda Silveira Franca, juntamente do presidente da ARCP, Claudinei Pecois. “A ARCP atua ativamente com projetos de recuperação e prestando suporte aos produtores da região, que estejam com áreas degradadas ou déficit ambiental em suas propriedades. Já são mais de 130 mil mudas plantadas, e mais de 80 hectares recuperados ou em processo de recuperação ao longo de todos esses anos. Pedimos agora, para esse período de plantios do primeiro semestre de 2024, a doação de 3.500 mudas nativas, de espécies nativas variadas, para o plantio em quatro hectares de recuperação nas propriedades Fazenda Crescente e Estância Dois Irmãos”, explicou Pecois.

A bacia hidrográfica do córrego Guariroba está localizada a 35 quilômetros do Centro de Campo Grande é a principal fonte de abastecimento de água da cidade. Após tornar-se um dos mananciais da Capital em 1985, a bacia foi integralmente declarada Área de Proteção Ambiental (APA), uma das categorias de unidade de conservação assegurada pelo SNUC – Sistema Nacional de Unidades de Conservação – lei n°. 9.985.

Com 65 propriedades rurais, conforme dados da ARCP, a característica fundiária predominante da bacia é de médias e grandes propriedades, com tamanhos entre 48 e 5.480 hectares. Já foram identificadas 42 nascentes na bacia do Guariroba, além de remanescentes florestais e áreas úmidas que somam 6.456 hectares, correspondente a 17,8% da área total. Porém, ainda há uma grande quantidade da vegetação de Áreas de Preservação Permanente (APP) a serem restauradas.

O Viveiro Issac de Oliveira, criado em 2010 pela Águas Guariroba, tem o objetivo de colaborar com a restauração de APPs, principalmente no entorno do Guariroba. Desde a criação do Viveiro, mais de 600 mil mudas já foram produzidas, 50 mil por ano, todas de espécies nativas do cerrado.

“As árvores estão totalmente ligadas à quantidade e a qualidade da água que nós temos no meio ambiente, por isso é muito importante a gente preservar o meio ambiente, as matas ciliares dos rios, porque assim a gente vai ter água em abundância de qualidade. Por isso, a preservação ambiental, o nosso viveiro, são muito importantes para o saneamento, para a Águas Guariroba e principalmente, para a população de Campo Grande”, pontuou o gerente de Meio Ambiente e Qualidade, Fernando Garayo.

Águas Guariroba tem laboratório que analisa solo para garantir qualidade de serviços em ruas

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 01/fev/2024 - Sem Comentários

Em média, são realizados 210 testes de determinação de grau de compactação em solos e em asfalto e outros 30 ensaios referentes aos insumos aplicados nas obras da concessionária por mês.

Na Estação de Tratamento da Águas Guariroba, a água não é a única protagonista. Ali também existe um espaço totalmente dedicado ao estudo de outro elemento importantíssimo para a execução plena e eficiente dos serviços da concessionária responsável pelo abastecimento de água e serviços de esgoto em Campo Grande: o solo.

Criado em 2018, o Laboratório de Solos & Asfalto da Águas Guariroba tem um papel fundamental na recomposição de valas com solos e em serviços de repavimentação asfáltica, nas obras de saneamento.

“Todos os insumos empregados nesses serviços são devidamente testados em nosso laboratório de acordo com normas técnicas vigentes e, também, em serviços aleatórios em campo, como contraprova. Desta maneira, garantimos que os insumos empregados nos serviços de recomposição de valas possuam o desempenho necessário para entrega de serviços com qualidade e que atendam aos parâmetros normativos exigidos”, explica a coordenadora do laboratório, engenheira civil Maira Paulina Tiguman.

Em suma, o laboratório garante que as valas abertas em solo pela concessionária, para realização de manutenção ou obras, sejam tapadas com qualidade, evitando afundamentos ou rachaduras. Em média, são realizados 210 testes de determinação de grau de compactação em solos e em asfalto e outros 30 ensaios referentes aos insumos aplicados nas obras da concessionária por mês.

“O grau de compactação em ensaios de solos e asfalto é de suma importância para avaliar as probabilidades de ocorrer afundamentos em valas. O grau de compactação mínimo em solos, de acordo com norma do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), é de 100%. Se nosso ensaio em campo, de avaliação da qualidade de execução de um serviço, resultar em grau de compactação abaixo de 100%, esse serviço é recusado e tratado como retrabalho, pois a chance de essa vala recalcar/afundar, é grande”, explica.

A equipe composta por nove profissionais ainda realiza a fiscalização e o acompanhamento de obras, para que o serviço executado esteja dentro dos padrões de qualidade. “Os colaboradores que trabalham com solos e com asfalto na Águas Guariroba recebem capacitações a cada 6 meses, como reciclagem. Essas capacitações têm como principal objetivo ensinar as equipes de campo (próprias e terceirizadas) a trabalharem corretamente com os equipamentos e com os insumos ensaiados em laboratório, de modo que entreguem um serviço de excelência em vias urbanas”, pontua a coordenadora.

Além dos treinamentos para equipes da concessionária, o laboratório também oferece capacitação para órgãos públicos e empresas. “Já realizamos treinamento prático para equipes operacionais e área técnica da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep CG), além da concessionária de gás em Campo Grande e equipes de diversas unidades do grupo Aegea, como Sinop/MT, Sorriso/MT, Ariquemes/RO, Rolim de Moura/RO, Manaus/AM”, conclui a coordenadora.

O Laboratório de Solos & Asfalto da Águas Guariroba está localizado na Estação de Tratamento de Água Guariroba, na BR-262, saída para Três Lagoas.

Águas Guariroba participa de “sala de guerra” criada para evitar problemas em períodos com altas temperaturas

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 31/jan/2024 - Sem Comentários

Estratégia une Poder Público e concessionárias na construção de ações para que o consumidor de Mato Grosso do Sul não sofra o impacto de ocorrências inesperadas.

O diretor-executivo da Águas Guariroba, Gabriel Buim, participou nesta quarta-feira (31) de uma reunião com representantes da Agência Estadual de Regulação (Agems), Defesa Civil, além de outras concessionárias de água, energia e gás de Mato Grosso Sul.

A reunião é parte de um projeto chamado “Sala de Guerra”, que tem como objetivo fazer frente aos riscos das altas temperaturas e os impactos provocados pelos efeitos das mudanças climáticas no sistema de distribuição.

“Nós temos visto os resultados preocupantes dessas mudanças climáticas no nosso Estado, no Brasil e o no mundo. E isso impacta nos serviços essenciais. Estamos inovando mais uma vez e nos antecipando para que o consumidor de Mato Grosso do Sul sofra o menos possível em caso dessas ocorrências inesperadas”, afirma o diretor-presidente da Agems, Carlos Alberto de Assis.

Coordenada pela Diretoria de Gás e Energia, a estratégia une Poder Público e concessionárias na construção de ações para que o consumidor de Mato Grosso do Sul não sofra o impacto de ocorrências inesperadas, como um temporal fora de época, ventos de intensidade inesperada e ondas de calor.

“Em Campo Grande, já temos diversas medidas de prevenção para manter o abastecimento normalizado em situações como essas. Inclusive, em 2023 tivemos recorde de altas temperaturas e a população não foi afetada em nenhum momento com falta d’água, pelo contrário, por meio de nossa eficiência operacional tivemos recorde de produção de água”, explicou o diretor-executivo Gabriel Buim.

A criação da “Sala de Guerra” segue o conceito bastante utilizado por diferentes instituições no gerenciamento de crises, contando com a capacidade das pessoas envolvidas para criar soluções criativas diante de desafios iminentes.

NOTA OFICIAL: Águas Guariroba esclarece que água distribuída em Campo Grande não sai do Córrego Imbirussu

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 31/jan/2024 - Sem Comentários

A Águas Guariroba, responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Campo Grande, esclarece que não realiza captação de água no córrego Imbirussu. Portanto, a água distribuída na cidade não é proveniente do córrego Imbirussu, como mencionado de forma errônea em jornal local.

A concessionária esclarece ainda que as fontes de captação da água que chega até as torneiras do campo-grandense são: Córrego Guariroba (34%), Córrego Lageado (16%) e mais de 150 poços subterrâneos profundos (50%).

Além disso, antes de ser distribuída, a água passa por rigoroso sistema de tratamento, que envolve seis processos. E, para garantir a qualidade da água em todos as etapas do abastecimento, a Águas Guariroba ainda coleta amostras de água em mais de 300 pontos cidade e verifica 114 parâmetros em laboratório, realizando mais de 500 mil análises por ano.

Águas Guariroba é destaque no 1º Fórum de ESG da Unimed CG

Postado por luana.basso@aguasguariroba.com.br em 30/jan/2024 - Sem Comentários

A Águas Guariroba foi um dos destaques do 1º Fórum ESG (Ambiental, Social e de Governança) da Unimed Campo Grande. O evento, realizado nesta segunda-feira (29), tratou sobre medidas relativas ao tema desenvolvidas no mundo todo.

O gerente de Meio Ambiente, Fernando Garayo, destacou que a Aegea, holding da qual a Águas Guariroba faz parte, é reconhecida como pioneira entre as empresas de saneamento do país a adotar práticas de ESG em sua gestão. Entre as metas definidas pela holding estão: redução do consumo de energia em 15%, medido em kWh/metro cúbico; aumento de 32% para 45% de mulheres em posições de liderança; e aumento de 17% para 27% de negros ocupando posições de liderança.

Sob a perspectiva de governança corporativa, a companhia adota as melhores práticas em sua gestão, com destaque para a certificação ISO 37001 de Gestão Antissuborno, que abriga uma série de regras internacionalmente reconhecidas com o objetivo colaborar para os programas de compliance das empresas, certificando o alinhamento entre as organizações e a Norma Antissuborno.

O gerente pontuou também sobre as ações de ESG desenvolvidas pela Águas Guariroba, como a intensificação das obras de universalização da rede de esgoto, a criação do viveiro de mudas nativas do cerrado e os projetos desenvolvidos pela área de Responsabilidade Social. “Tudo isso faz parte do nosso compromisso em gerar prosperidade compartilhada nos locais onde atuamos e deixar um legado positivo para as pessoas. Continuaremos trabalhando para alcançar cada vez mais vidas e deixar a nossa marca no setor de saneamento”, reforçou.

O fórum contou ainda com uma palestra do internacionalista da ONU (Organização das Nações Unidas), Gustavo Vieira, sobre os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) e o Pacto Global da ONU, além da divulgação de iniciativas da Unimed Campo Grande. “Tivemos uma chance valiosa para aprimorar nossos conhecimentos e parcerias, e fortalecer ainda mais o impacto positivo em nossa comunidade”, destacou Janiely Oliveira Vieira, responsável pelo setor de Gestão por Resultados, Inovação e ESG da Unimed.