Abastecimento de Água

Um sistema de abastecimento de água deve fornecer e garantir à população água de boa qualidade do ponto de vista físico, químico, biológico e bacteriológico, sem impurezas prejudiciais à saúde. O sistema de abastecimento de água de Campo Grande é constituído por unidades de captação, adução, tratamento, reservação e distribuição. Para abastecer a cidade de Campo Grande a Águas Guariroba possui dois tipos de captações: superficiais e subterrâneas.

CAPTAÇÕES SUPERFICIAIS
As duas captações superficiais são: Guariroba e Lageado. Elas são responsáveis por 50% do abastecimento, sendo o Guariroba a principal delas (34%). A bacia do Guariroba ocupa uma área de 360 km². O lago da represa do Guariroba possui um volume de aproximadamente 4 milhões de m³. A área da captação é de 97 hectares.

CAPTAÇÕES SUBTERRÂNEAS
As captações subterrâneas (poços) são responsáveis pelos outros 50% do total da água que abastece o município. Atualmente existem 144 poços em operação.

 

ADUÇÃO

A adução é a operação de conduzir a água desde o ponto de sua captação até a estação de tratamento e reservatórios. Desta forma, a “adutora” é uma canalização destinada a conduzir água bruta e/ou água tratada entre as unidades de um sistema de abastecimento.
ETAPAS DO TRATAMENTO DE ÁGUA
Em função das características físico-químicas da água, fornecida pelos mananciais, procede-se o tratamento da água em “Estações de Tratamento de Água” – ETAs.
1ª Etapa- Coagulação Nessa primeira etapa, são adicionados à água o policloreto de alumínio e a cal. Esses elementos vão propiciar a formação de flocos, na etapa seguinte, que é a da floculação.
Capt_Coagulacao


2ª Etapa- Floculação 
Após a mistura rápida da etapa anterior procedemos a uma diminuição na velocidade de agitação da água através das pás giratórias nos tanques. A floculação é a principal etapa do tratamento de água e tem a finalidade de transformar as impurezas que se encontram em suspensão fina ou em solução, como bactérias, protozoários e plânctons em partículas maiores ( flocos).

Capt_Floculacao

3ª Etapa- Decantação Os decantadores são tanques onde se procura evitar ao máximo a turbulência. A decantação é um processo dinâmico de separação de partículas sólidas suspensas na água, os flocos formados na etapa anterior tenderão a ir para o fundo do decantador.

Capt_Decantacao

4ª Etapa- Filtração O objetivo da filtração é separar as partículas e os microorganismos que não foram retidos nos processos de coagulação e decantação. A remoção das partículas em suspensão na água ocorre devido à aderência dessas aos grãos de areia, sob influência de forças moleculares de adesão. Os filtros são constituídos de pedra, areia e carvão e a cada 40 horas são lavados para evitar o acúmulo de partículas, que dificultam o processo de filtragem.

Capt_Filtracao

5ª Etapa CLORAÇÃO – É a adição de cloro na água, visa dar segurança ao produto para remoção completa de bactérias que ainda possam existir.

FLUORETAÇÃO – Colocação de flúor na água. O objetivo desse processo é o de prevenir a cárie dentária infantil, utilizando-se o flúor.

CORREÇÃO DA ACIDEZ

A acidez deve ser corrigida e isso é feito adicionando-se cal hidratada na água.

RESERVAÇÃO
Após o tratamento a água segue para a reservação. Nesta etapa os reservatórios tem com principal função operar como reguladores da distribuição da água. Campo Grande tem atualmente 95 reservatórios.

Capt_Reservacao (1)

REDE DE DISTRIBUIÇÃO

Aos reservatórios é ligada outra tubulação que conduz a água até as construções. Essa tubulação denominada rede de distribuição atravessa todas as ruas da cidade e é ela que possibilita que a água chegue até a torneira das casas.

CONTROLE DE QUALIDADE
Para garantir um produto de qualidade e dentro dos parâmetros estabelecidos pela portaria 2.914/2011, do Ministério da Saúde, a Águas Guariroba possui um laboratório onde são realizados diariamente exames bacteriológicos e físico-químicos em amostras coletadas em vários pontos da cidade.
Share Button