Com o tema “Água é para Todos”, a Águas Guariroba concluiu nesta sexta-feira (22) na Escola Municipal Licurgo de Oliveira Bastos, as oficinas de grafite em comemoração ao Dia Mundial da Água.  O evento contou com a participação da presidente da Águas Guariroba, Lucilaine Medeiros, da diretora-presidente da Fundação de Cultura, Mara Caseiro, além de professores e diretores de escolas de Campo Grande.

O projeto foi realizado em parceria com a Fundação de Cultura e a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e voltada para alunos de escolas municipais e estaduais de Campo Grande. Cerca de 60 alunos de cinco escolas de Campo Grande participaram da ação, onde pintaram murais com grafites tendo como tema o uso consciente e preservação da água.

Para a presidente da Águas Guariroba Lucilaine Medeiros, utilizar a arte como uma forma de educar é o melhor caminho para conscientizar sobre a importância da água para a sociedade.

“Hoje Campo Grande possui cem por cento de abastecimento de água. Isso é uma diferença, é uma prioridade da cidade e um destaque frente a muitas cidades do Brasil que tem escassez em recursos hídricos. Com as oficinas, entendemos que a educação é uma forma de conscientizarmos as pessoas, utilizando a arte como uma forma de expressão e de envolvimento de toda a sociedade na preservação da água para as futuras gerações”, disse a presidente.

Para Claudeci de Paula Almeida, diretora da Escola Municipal Licurgo de Oliveira Bastos, a grande participação dos alunos no projeto representa o engajamento da escola na conscientização e preservação da água.

“A importância do projeto está no enorme envolvimento dos alunos, unindo o grafite com o tema da preservação da água. É fundamental que as crianças entendam que a água é um bem patrimonial e que todos devem contribuir para a sua preservação”, disse a diretora.

Aluno do 9º ano, Gabriel Leal da Silva, 13 anos, destacou as novidades aprendidas com o conteúdo sobre arte e grafite abordados pela oficina. “Foi muito interessante aprender um pouco mais sobre a arte do grafite na escola. Aprendemos a fazer desenhos de fontes que não conhecíamos e também conhecemos um pouco mais sobre o meio ambiente e a preservação da água. Para mim, a parte mais legal foi poder praticar com as tintas, e os desenhos mostrados no curso”, disse o aluno.

Também participaram das oficinas: a Escola Municipal Maria Lúcia Passarelli, Escola Municipal Nagib Raslan, Escola Municipal Ione Catarina e Escola Estadual Elvira Mathias.

Share Button

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *