A estação de tratamento de água (ETA) Guariroba abriu suas portas nesta terça-feira (23) para uma visita das comunidades Maria Aparecida Pedrossian, Tiradentes e Rita Vieira. Os moradores participaram do Programa Afluentes, ação da Águas Guariroba que mantém um canal aberto de diálogo entre a empresa, lideranças comunitárias e moradores.

Os participantes assistiram a uma palestra sobre saneamento básico, puderam tirar dúvidas sobre tarifa, coleta e tratamento de esgoto, instalação da caixa padrão para o hidrômetro, entre outras demandas. Logo depois, os visitantes conheceram todo o processo de tratamento de água nos tanques da ETA Guariroba. A visita guiada mostrou todo o trabalho por trás do abastecimento, desde a captação, tratamento até a água chegar às torneiras das residências.

Professor aposentado, Paulo Roberto Marques Pereira, 67 anos, diz que a visita é uma oportunidade para adquirir conhecimento e relembrar dos primórdios da história do saneamento na Capital. “Já estive aqui na estação quando ela era recém-inaugurada, meados dos anos 1980, era uma obra grandiosa, pensada para atender Campo Grande nas décadas que viriam. A meu ver, pela palestra que assisti e pelo que vejo na visita, Campo Grande está de parabéns quando o assunto é gestão do saneamento básico. A Águas Guariroba está fazendo um bom trabalho e também está pensando no futuro”, concluiu.

Acostumado a lidar com as tubulações domésticas, o encanador Orestes Messias da Silva, de 78 anos, diz que o Programa Afluentes o ajudou a sanar diversas dúvidas. “Aprendi coisas que eu não conhecia. Sou encanador e é muito interessante conhecer o outro lado, como funciona o saneamento básico na nossa cidade”, comentou Orestes, que é morador do bairro Tiradentes.

Share Button

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.